Quais as diferenças entre os tipos de nebulizadores?

Diferenças Entre Os Nebulizadores - InAResp

Base do conteúdo

Quem sofre com doenças respiratórias e recebeu a recomendação de um nebulizador,  certamente já se deparou com a dúvida: existe diferença entre nebulizador pneumático e  ultrassônico?

Com diferentes tipos de modelos no mercado, é bem fácil ter dúvidas sobre o  nebulizador ideal para o seu tratamento. Quanto a isso, a recomendação do médico deve  ser seguida à risca, pois o profissional de saúde irá receitar a medicação específica e o  nebulizador que deverá ser utilizado para aliviar os sintomas de doenças respiratórias diversas.1,2

Já no que tange à pergunta-título do post, a resposta é um pouco mais complexa. Continue conosco e você entenderá!

A diferença entre o nebulizador pneumático e o  ultrassônico³

Para começar, é preciso entender que ambos servem à mesma função: transformar medicamentos em uma névoa que deve ser inalada pelo paciente. O que difere é a tecnologia empregada que, em alguns casos, pode ser restrita a determinados tipos e  modelos de nebulizador.

O nebulizador pneumático possui uma bomba de ar comprimido. Basicamente, o aparelho  capta o ar do ambiente e o comprime, para que ele passe pela mangueira que compõe o  nebulizador e transforme o medicamento líquido em vapor. Quase todos os modelos de  nebulizadores pneumáticos podem ser utilizados em conjunto com uma grande variedade  de medicamentos.

Costumam ser grandes e podem até ser pesados, já que incluem várias peças, como o  nebulizador em si, o tubo por onde passa o ar e o compressor. O tratamento realizado com  nebulizadores pneumáticos pode levar entre 6 e 15 minutos, além de ser barulhento por  conta da compressão do ar.3

Já os nebulizadores ultrassônicos funcionam através de vibrações em alta frequência.  Diferentemente do modelo pneumático, este tipo de nebulizador não precisa de um fluxo constante de ar. As vibrações acontecem em uma frequência específica, o que permite que  o líquido seja vaporizado e suas moléculas quebradas. Devido a essa tecnologia, o  nebulizador ultrassônico gera partículas consideravelmente menores que aquelas geradas  pelo modelo pneumático.4

Contudo, o nebulizador ultrassônico apresenta limitações em comparação com os modelos pneumáticos. Por conta da tecnologia empregada, os nebulizadores ultrassônicos não são capazes de realizar a nebulização de soluções viscosas.4 Além disso, não é  recomendado o seu uso em conjunto com suspensões, proteínas e quaisquer outros  medicamentos que possam ser inativados quando aquecidos, como é o caso, por exemplo, dos antibióticos e corticoides, muito comuns em tratamentos de doenças respiratórias.4 Entretanto, os broncodilatadores, adicionados ao soro fisiológico, podem ser usados no  nebulizador ultrassônico sem restrições.5

Além dos nebulizadores pneumáticos e ultrassônicos, que outros  tipos de inaladores existem no mercado? 

Agora que você já sabe a diferença entre os nebulizadores pneumáticos e ultrassônicos,  vamos entender quais os tipos de nebulizador disponíveis no mercado.

Nebulizador pneumático4

Como já explicado, o nebulizador pneumático vaporiza os medicamentos através de ar  comprimido. Acompanha um conjunto de peças, incluindo o tubo por onde o ar comprimido  percorre, o compressor de ar, o nebulizador e a máscara que deve ser usada pelo  paciente.³ As partículas geradas por este modelo são maiores que aquelas geradas pelos  modelos ultrassônicos e de malha vibratória.

Nebulizador ultrassônico4

O nebulizador ultrassônico utiliza vibrações de alta frequência para transformar o  medicamento em uma névoa. Com isso, as partículas geradas são menores que as  nebulizadas pelo nebulizador de ar comprimido.

Nebulizador de Malha Vibratória4

O nebulizador de malha vibratória pode ser utilizado em conjunto com os medicamentos mais usuais no tratamento de infecções respiratórias, como os corticoides e antibióticos,  sem interferir na sua eficácia.3,6

O nebulizador de malha vibratória é capaz de gerar as menores partículas, se comparado  com os outros dois modelos. Com isso, o organismo pode absorver melhor o medicamento,  alcançando certas áreas do pulmão onde partículas maiores não chegam.7

O nebulizador de malha vibratória8:

● É fácil de usar;

● Não precisa de tubulação adicional ou fontes de ar comprimido;

● É rápido, silencioso e portátil;

● Nebuliza grandes volumes de medicamentos;

● Opera com uma fonte de energia independente, como pilhas e baterias;

● Otimiza o tamanho das partículas para fármacos específicos.

Qual é melhor – nebulizador ultrassônico ou de malha vibratória?

Os nebulizadores ultrassônicos são pouco vantajosos para tratamentos  inalatórios.8 Essas desvantagens se tornam ainda mais evidentes quando o modelo  ultrassônico é comparado com tecnologias mais recentes, como o nebulizador de malha vibratória.4

Os nebulizadores ultrassônicos são mais indicados para a utilização não recorrente, como no  tratamento de doenças respiratórias de inverno, incluindo gripes e resfriados, desde que estas possam ser tratadas apenas com a inalação de soro fisiológico, sem necessidade de adição de medicamentos.8

Os nebulizadores de malha vibratória são mais avançados que os ultrassônicos. A  tecnologia empregada é diferente e apresenta várias vantagens.4

O nebulizador de malha vibratória é silencioso e portátil9 e, assim como o ultrassônico,  pode ser usado com pilhas, baterias ou cabo USB conectado a portas USB. A nebulização  deste modelo é mais eficiente e gera as menores partículas, o que permite que a medicação  empregada alcance áreas mais profundas do pulmão.7

No mais, o modelo ideal depende da recomendação do seu médico. É importante consultá-lo, utilizar as medicações prescritas e jamais se automedicar. Com sua expertise, o médico  poderá recomendar o modelo mais adequado para o remédio que você precisa.

Onde encontrar um nebulizador de malha vibratória?

Os nebulizadores de malha vibratória podem ser encontrados em farmácias por todo o  Brasil, e também pela internet.

Conheça o InAResp

Quando falamos de problemas no trato respiratório inferior, precisamos entender o seguinte:  quanto menores as partículas, maior a capacidade do organismo de absorvê-las, já que elas fluem melhor por regiões mais profundas do pulmão.3,8

O medicamento precisa ser quebrado nas menores partículas possíveis. Para isso, o remédio passa através de uma malha vibratória minúscula que, através das vibrações, o  transforma em vapor. Assim, o paciente pode inalar as menores partículas e sentir os efeitos mais rapidamente e de forma mais eficiente.3, 9

Além disso, vale citar que o nebulizador de malha vibratória é silencioso, portátil e não necessita de uma fonte de ar comprimido.3,9  

Como usar o Nebulizador Portátil InAResp?

● Abra o compartimento inferior e insira duas pilhas alcalinas AA ou duas pilhas  recarregáveis. Pilhas recarregáveis devem ser reabastecidas antes do uso, no  aparelho carregador próprio para essa finalidade.9 

● Conecte a unidade principal ao reservatório de medicação e, em seguida, à máscara. 9

● Coloque a medicação no reservatório e verifique se o acessório está bem conectado. 9

● Aperte o botão para ligar o aparelho e proceder com a nebulização.9

Agora você sabe quais são as vantagens de ter um nebulizador portátil, conhece os tipos de  nebulizadores e algumas doenças que podem ser tratadas com sua utilização.

Converse com o médico de sua confiança e saiba como proceder com seu tratamento!

Leia Também

Este post ajudou você? Então, leia também:

O que é nebulização e como fazer corretamente ?

Como escolher um nebulizador? Descubra

Referências

1. British Lung Foundation [homepage na internet] Who can benefit from a nebuliser? Disponivel em: https://www.blf.org.uk/support-for-you/nebulisers/who-can-benefit. Acesso em  Setembro/2021

2. Chinese College of Emergency Physicians (CCEP); Emergency Committee of PLA; Beijing  Society for Emergency Medicine; Chinese Emergency Medicine. Expert consensus on  nebulization therapy in pre-hospital and in-hospital emergency care. Ann Transl Med.  2019;7(18):487

3. Pritchard JN, Hatley RH, Denyer J, Hollen DV. Mesh nebulizers have become the first choice  for new nebulized pharmaceutical drug developments. Ther Deliv. 2018 Feb;9(2):121-136.

4. Ari A. Jet, ultrasonic, and mesh nebulizers: an evaluation of nebulizers for better clinical  outcomes. Eurasian J Pulmonol. 2014;16:1–7.

5. Kamin W, Schwabe A, Krämer I. Inhalation solutions – which one are allowed to be mixed?  Physico-chemical compatibility of drug solutions in nebulizers. Journal of Cystic Fibrosis.  2006;5(4):205-213.

6. Martin, AR; Finley, WH. Nebulizers for drug delivery to the lungs. December 2014 Expert  Opinion on Drug Delivery 12(6). Disponível em: 

https://www.researchgate.net/publication/269935769_Nebulizers_for_drug_delivery_to_the_lung s Acesso em: 03/09/2021

7. Ayca Y-P; Carsten E. Advances in Pulmonary Drug Delivery. Pharmaceutics MDPI. 2020 Sep:  1-4

8. ARAÚJO, LMP. Caracterização das gotículas respiráveis geradas por nebulizadores utilizando  técnica de incidência laminar direta. 2018. 116 f. Tese (Doutorado em Engenharia e Informática  Industrial) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curitiba, 2019.

9. Abbott Laboratórios. Inaresp: nebulizador com rede vibratória: manual de instruções,  2019

INARESP

Nebulizador

Reg. Anvisa: 80146509050

Abbott Center | Central de Relacionamento com o Cliente 0800 703 1050 | abbottcenter@abbott.com

Material destinado ao público geral.

Novembro/2021 – BRZ2213456

Compartilhe!

Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email