Como identificar uma crise de sinusite em seu bebê?

Como Identificar Uma Crise De Sinusite Em Seu Bebê - InAResp

Base do conteúdo

A sinusite é um problema muito incômodo para quem sofre com a doença, independentemente da idade. Os bebês, porém, não sabem como comunicar o que estão sentindo e, por isso, os pais devem ter atenção redobrada para qualquer sinal de que uma crise está chegando.

Para te ajudar a entender melhor o que é sinusite e como identificar uma crise de sinusite em seu bebê, separamos algumas dicas muito valiosas, que farão toda a diferença!

O que é sinusite?¹

  • Uma infecção que pode atingir bebês, crianças, jovens e adultos.¹
  • A infecção pode ser viral, bacteriana ou causada por fungos, além de alergia e elementos do ambiente em que a criança se encontra.¹
  • A sinusite bacteriana pode evoluir para outras complicações, além de tornar-se aguda ou crônica, oferecendo sérios riscos à vida da criança.¹

De forma geral, é uma doença bastante incômoda para paciente de qualquer idade. É estimado que aproximadamente 10% das crianças terão pelo menos um caso de sinusite aguda bacteriana até os 3 anos de idade.¹

A sinusite também pode complicar outros casos de infecções do trato respiratório ou se tornar uma complicação das mesmas.¹

Quais os sintomas da sinusite

Os sintomas mais comuns equivalem àqueles de outras infecções do trato respiratório superior, como:

  • Obstrução nasal.¹
  • Tosse.¹
  • Nariz escorrendo.¹
  • Febre.¹
  • Dor de cabeça.¹
  • Pressão em certas áreas do rosto¹
  • Irritabilidade mais elevada.¹
  • Mau hálito.¹

Na infância, os sintomas variam bastante.¹ Como o bebê não tem habilidades de comunicação suficientemente desenvolvidas, é difícil, para os pais, identificar a causa do problema. O diagnóstico deve ser dado por um médico após a realização de diversos exames.

As dores de cabeça são bastante incômodas e podem piorar de acordo com certos movimentos da cabeça e pescoço para frente, podendo irradiar até os maxilares e dentes dos bebês e crianças.¹

Os pais devem ficar atentos às reclamações da criança nesse sentido. Se a criança é capaz de dizer que está sentindo dores de cabeça, especialmente quando inclina a cabeça para frente, é um sinal de que uma crise de sinusite pode estar surgindo.

O que causa a sinusite?

A sinusite é uma infecção nos seios da face.¹ Quando uma criança tem uma infecção no trato respiratório superior, como uma infecção viral, por exemplo, os seios da face podem ficar congestionados e com acúmulo de muco, gerando inchaço e inflamação, que caracterizam a sinusite.

As infecções contagiosas podem surgir em qualquer época do ano, normalmente em decorrência da contração de algum tipo de vírus, como é o caso da gripe e do resfriado, por exemplo.²

Bactérias também podem ser responsáveis por infecções no trato respiratório superior e nas vias aéreas, levando a efeitos similares aos de uma infecção viral.² Essa infecção acontece quando o corpo não consegue conter o invasor, que chega até o organismo do paciente e se instala ali.²

Outras causas incluem a rinite alérgica, fibrose cística, imunodeficiência, traumas faciais, uso exagerado de descongestionantes nasais e até o ato de nadar e mergulhar (estes últimos menos comuns em bebês, por razões óbvias).

Além disso, obstruções causadas por hipertrofia da adenoide, pólipos nasais, desvio de septo, anomalias craniofaciais, entre outras, podem levar à sinusite.¹ Conforme o muco vai se acumulando nos seios da face, enquanto os canais estão obstruídos, cria-se o ambiente perfeito para a proliferação de bactérias.¹

Que médico pode diagnosticar a sinusite?

Os pais podem levar os filhos ao médico após quaisquer sintomas de problemas respiratórios. Afinal, não é uma boa ideia esperar, mesmo que os pais suspeitem que seja apenas um episódio isolado, um resfriado ou uma gripe.

O pediatra responsável por atender a criança poderá solicitar exames para avaliar o sistema respiratório da criança ou recomendá-la diretamente aos cuidados de um otorrinolaringologista, cuja experiência e especialização serão diferenciais importantes para diagnosticar e tratar a crise de sinusite em seu bebê.

Para diagnosticar a crise de sinusite, o médico deverá avaliar os sintomas já mencionados, entender a rotina da criança e, posteriormente, quais fatores podem ter levado a essa crise. Se a causa estiver relacionada ao ambiente ou outro problema respiratório como a rinite alérgica, ações preventivas e tratamentos adicionais poderão ser recomendados.

Um exemplo: quando a sinusite é uma consequência de uma outra doença respiratória, como a rinite alérgica, tratar o episódio de sinusite não irá resolver o problema por completo, pois ele poderá se repetir no futuro. Dessa forma, é preciso agir nas possíveis causas da sinusite. De qualquer maneira, cabe ao médico dizer o que deve ou não ser feito, com base em seu diagnóstico.

Como tratar a sinusite em bebês?

Cerca de 45% das crianças com sinusite bacteriana aguda se recuperam sozinhas da crise de sinusite. Contudo, o uso de antibióticos pode ser recomendado para crianças que apresentam escarro com pus, que apresentam sintomas por pelo menos 10 dias ou que demonstram sinais de piora.1

Para casos em que a criança precisará fazer inalação, o médico poderá, também, recomendar o uso de um nebulizador ou inalador, que pode ajudar a fluidificar as secreções3. Não é preciso se limitar ao uso do nebulizador em casa, visto que existem opções portáteis no mercado, como é o caso do InAResp.

Conheça o InAResp

O InAResp é uma opção adequada para crianças, jovens, adultos e idosos. Trata-se de um nebulizador que, além de silencioso, é portátil. Para crianças, você deve buscar portabilidade e funcionamento silencioso para garantir um tratamento mais tranquilo, prático e ágil, seja em casa, no carro ou em qualquer outro local. 4

Onde comprar o InAResp

O InAResp está disponível para compras em farmácias por todo o Brasil. Se você não o encontrar na sua farmácia de confiança, pode solicitar ao farmacêutico para comprá-lo e disponibilizá-lo a você!

Se preferir, também pode adquirir seu InAResp pela internet.

Gostou? Aproveite para ler também:

Nebulização: porque fazer e quais os benefícios

Como escolher um nebulizador? Descubra

Referências

1. Leung, A., Hon, K. and Chu, W., 2020. Acute bacterial sinusitis in children: an updated review. Drugs in Context, 9, pp.1-11.

2. Medicinenet [homepage na internet] Upper Respiratory Infection (URTI) https://www.medicinenet.com/upper_respiratory_infection/article.htm#what_is_an_upper_respiratory_infection Acesso em 23/11/2021

3. British Lung Foundation [homepage na internet] What is a nebulizer?  Disponível em: https://www.blf.org.uk/support-for-you/nebulisers/what-is-it Acesso em 28/08/2021

4. Abbott Laboratórios. Inaresp: nebulizador com rede vibratória: manual de instruções, 2019

INARESP

Nebulizador

Reg. Anvisa: 80146509050

Abbott Center | Central de Relacionamento com o Cliente 0800 703 1050 | abbottcenter@abbott.com

Material destinado ao público geral.

Dezembro/2021 – BRZ2217207

Compartilhe!

Share on facebook
Share on google
Share on linkedin
Share on email